Sustentabilidade   |   14/03/2018   |   1.75 Mil visualizações

Você sabe como fazer o descarte de materiais recicláveis em sua casa? Saiba que este importante processo não se limita a separar os resíduos nas lixeiras. A reciclagem de materiais vai muito além disto!

E para evitar cometer deslizes com o meio ambiente e com a saúde pública, nunca é demais se informar a respeito.

Logo, confira algumas dicas para descartar produtos recicláveis da maneira correta e contribuir com o bem-estar das pessoas, dos animais e do meio ambiente como um todo. Leia este artigo agora mesmo e descubra o destino adequado para esses materiais!

1. Compre certo!

A responsabilidade com o meio ambiente começa na prateleira do supermercado e não apenas na hora de descartar o lixo. Dê preferência por embalagens que possam ser reaproveitadas e descartadas de forma mais fácil.

Um exemplo é substituir as sacolas de compra de plástico, por outras opções em tecido. Assim você consegue carregar suas compras confortavelmente, sem criar mais lixo para ser jogado no meio ambiente.

Se precisar utilizar as sacolas fornecidas no mercado, opte pelas opções biodegradáveis. Essas sacolas se degradam mais rapidamente no solo, diminuindo o tempo de poluição e os efeitos negativos dessa substância em terrenos baldios e lagos, por exemplo.

Já se tratando da compra de produtos, escolha embalagens que possam ser reaproveitadas pelo fabricante. Alguns exemplos são: garrafas pet ou retornáveis, latas, vidros e papelão. Outros materiais, como as embalagens a vácuo, não são reaproveitadas e geram mais resíduos no ambiente. Fique esperto!

2. Separe o lixo
5 dicas para fazer o descarte de materiais recicláveis em casa!

Para o descarte de materiais recicláveis adequadamente, é necessário que eles estejam limpos e separados dos resíduos orgânicos. Caso contrário, isso pode infectar esses materiais e dificultar o processo de reciclagem nas empresas.

Sendo assim, tome o hábito de separar os itens recicláveis e não recicláveis. Além disso, deixe itens orgânicos longe desses materiais descartando-os em um lixo específico. Como exemplo de substâncias orgânicas temos: restos de alimentos, ossos, espinha de peixe, lixo do banheiro, produtos medicinais e farmacêuticos, etc.

Deixe uma lixeira para cada tipo de lixo a ser descartado e oriente para que todos façam o descarte da maneira correta. Para facilitar, siga o padrão de cores da reciclagem internacional, veja:

  • Azul: papéis e papelão;
  • Vermelho: plástico;
  • Verde: vidro;
  • Amarelo: metal;
  • Preto: madeira;
  • Laranja: resíduos perigosos;
  • Branco: resíduos hospitalares;
  • Roxo: resíduos de radiação;
  • Marrom: lixo orgânico;
  • Cinza: resíduos gerais.

3. Armazene adequadamente

Além de separar os materiais recicláveis é preciso armazená-los de forma adequada até a coleta desses itens. Tudo começa com a lavagem de recipientes como garrafas, latas e outras embalagens.

A sujeira deve ser removida com água corrente e sabão, se necessário. O objetivo é manter os materiais limpos e secos, de modo que não atraiam bichos e doenças.

Depois de limpo, descarte os materiais recicláveis separando-os conforme as cores que vimos anteriormente. Para que a armazenagem possa ser feita de forma segura, diminua o tamanho desses itens amassando ou os prensando.

É o caso de garrafas pet que podem ser amassadas e dobradas para que ocupem menos espaço na hora de armazená-las. As latas de refrigerante também podem ser prensadas para otimizar a estocagem.

Já os papelões e papéis podem ser dobrados ou partidos ao meio. Apenas tome cuidado para mantê-los longe da umidade excessiva, ok?

Os vidros, no entanto, exigem um cuidado mais detalhado. Eles podem ser moídos e guardados em recipientes adequados, mas você precisa das ferramentas certas para esse processo. O melhor é guardá-los em caixas de madeira ou outro material resistente para evitar acidentes.

4. Reutilize o que for possível

Outra vantagem de utilizar materiais recicláveis é poder reutilizá-los em seu dia a dia. Você pode usar os vidros de alimentos que acabaram para armazenar outras coisas e até na decoração de ambientes.

Deste modo, o volume de lixo gerado é diminuído. Fator que contribui para manter o ambiente mais limpo e reduz os aterros sanitários, que fazem muito mal para o solo, lençóis freáticos e etc.

Veja alguns exemplos para reutilizar materiais recicláveis:

  • Caixote de frutas: Cai muito como uma hack para sua sala de estar, uma mesinha de centro, armários para o quarto e outros objetos no estilo faça você mesmo.
  • Garrafas pet: Junte várias garrafas, amarre-as e cubra com jornal velho. Pronto, você tem um puff para adicionar na sala de estudos ou no seu quarto.
  • Vidros e garrafas: Use esses materiais como vasos para plantas que podem ser colocados no centro da mesa, ou ficarem suspensos em uma parede. Basta uma mão de tinta e pronto, você tem um vaso novinho para colocar em seu jardim ou horta.
  • Pneus: Também são ótimos vasos e canteiros improvisados. Decore os pneus na cor que deseja e depois os encha de terra. Plante mudas de folhagens e flores dentro e seu jardim está pronto.
  • Recipientes diversos: Lembra que nossas mães costumavam usar o recipiente de extrato de tomate como copo, quando o produto acabava? Siga o mesmo raciocínio para outros recipientes de sua casa. Assim você aproveita melhor esses materiais e evita o desperdício!

5. Envie à coleta seletiva
5 dicas para fazer o descarte de materiais recicláveis em casa!

Depois de separado o lixo, reaproveitado o que foi possível e embalado adequadamente, é hora de dar o destino correto para esses materiais. Não adianta reciclar e colocá-los junto com os demais lixos que vão parar nos aterros sanitários, não é mesmo?

Sendo assim, descarte os materiais recicláveis nos lugares corretos. Informe-se em sua cidade para ver se tem coleta seletiva ou alguma cooperativa de reciclagem. Em seguida, destine esses materiais para estes lugares.

Em algumas metrópoles, a coleta seletiva passa em dias predeterminados. Se este for o seu caso, coloque os sacos para fora nessas datas para que o serviço público cuide bem deles. Outra opção é permitir que catadores de materiais recicláveis peguem esses materiais e revendam.

Além de contribuir com a saúde do meio ambiente, você estará garantindo o sustento de outras famílias. Pense nisso!

Você faz o descarte de materiais recicláveis adequadamente? Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe suas sugestões.

#useorganico

Comentários

Não tóxico

Não testado
em animais

Livre de
parabenos

Vegano

Gluten-Free