Saúde   |   31/03/2018   |   358 visualizações

Estima-se que 200 mil brasileiros morrem por ano por causa do cigarro. No mundo, esse número cresce para 6 milhões de pessoas e tende a aumentar para 8 milhões, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Se continuar nessas proporções, até 2030 o tabaco será capaz de aniquilar praticamente um país inteiro, como a Suiça que conta com 8.3 milhões de habitantes. O dado chama muito a atenção para o problema e demonstra que é preciso falar sobre isso.

Para piorar, dados de pesquisadores demonstram que o vício no cigarro começa cedo. Uma escolha que pode diminuir a longevidade desses adolescentes e acarretar em consequências muito graves à saúde e bem-estar geral.

Não é a toa que o governo vem investindo com frequência em políticas para conter o tabagismo e resolver esse problema de saúde pública.

Mas quais são os reais perigos do cigarro para os fumantes e às pessoas que os cercam? O que o tabaco pode fazer de mal para sua saúde e pele? Veja todas essas respostas neste artigo e descubra por que você deve parar de fumar o quanto antes!

Perigos do cigarro à saúde e a beleza

Um único cigarro contém cerca de 4 mil substâncias químicas nocivas a saúde, incluindo gases tóxicos, metais e produtos cancerígenos. Além disso, o alto teor de nicotina é o principal responsável por causar a dependência e agravar ainda mais a situação.

Veja abaixo como essa bomba química afeta o seu corpo e degrada a sua saúde aos poucos, minando a sua vida em cada tragada. Confira!

Substâncias cancerígenas

O ponto mais alarmante é, sem dúvida, a presença de substâncias cancerígenas. Essas químicas pesadas já foram ligadas com o surgimento de câncer, em diversos usuários do cigarro.

Entre as áreas do corpo afetadas pelo cancro causado pelo cigarro estão: boca, laringe, traqueia, pulmões, esôfago, estômago, rins, bexiga, colo do útero e muito mais.

O Ministério da Saúde ainda alerta para o fato de 90% dos fumantes com câncer, apresentarem a doença no pulmão. Uma das patologias mais dolorosas e sérias, totalmente ligada aos perigos do cigarro.

Causa dependência
Cigarro: o inimigo da saúde e da beleza!

A presença da nicotina no cigarro causa dependência nos usuários. Isso porque a substância tem o mesmo efeito no cérebro que a cocaína, por exemplo. Em cada tragada o sentimento de prazer e relaxamento é liberado no cérebro, causando a sensação momentânea de bem-estar.

Mas esse falso benefício, acaba por esconder outros perigos do cigarro à saúde e a beleza do viciado. E a nicotina ainda torna muito difícil largar o vício, o que só piora o quadro de tabagismo no Brasil e no Mundo.

Ao tentar ficar livre dessa dependência, o usuário experimenta sensações e sintomas característicos da abstinência da nicotina. Entre os principais sinais, estão: calafrios, irritabilidade, raciocínio mais lento, sonolência, ansiedade e entre outros.

Por isso, a tentativa de parar de fumar deve ser acompanhada por um especialista e, quando necessário, auxiliada através da farmacologia. Jamais é recomendado parar por contra própria ou se submeter a tratamentos experimentais, pois podem causar danos sérios a saúde do viciado.

Doenças respiratórias

As doenças respiratórias também fazem parte dos perigos do cigarro à saúde dos usuários. A mais comum delas é a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), que atinge mais de 200 milhões de pessoas no mundo todo.

A DPOC ainda é responsável por outras complicações respiratórias como o enfisema pulmonar, bronquite crônica, asma e etc.

O cigarro ainda pode causar outros quadros desagradáveis ao viciado como tosse, chiado, laringite, infecções nas vias respiratórias, falta de ar e por aí vai. Sem esquecer do câncer de pulmão, que tem suas chances aumentada em 20 vezes para os viciados em cigarro.

A extensa lista de doenças causadas pelo cigarro alerta para o perigo dessa substância. Logo, deve ser um mal combatido em seu dia a dia desde já.

Risco de infarto

O risco de infarto nos fumantes homens aumenta em três vezes, se comparado a pessoas que nunca fumaram na vida. Nas mulheres, a probabilidade cresce em 10 vezes e o risco é ainda maior com a combinação do cigarro e anticoncepcionais orais.

A má circulação sanguínea também é mais um dos perigos do cigarro e um dos causadores de infarto e derrame. As substâncias presentes no tabaco impedem que o sangue circule livremente pelo corpo e podem causar coágulos e outras complicações na corrente sanguínea do usuário.

Maltrata a pele

Além de todos os problemas que já vimos até agora, o cigarro apresenta perigos sérios a saúde e aparência da sua pele. O uso do tabaco já foi ligado ao envelhecimento precoce, aparecimentos de rugas e estrias, e outros sinais na pele de fumantes.

E não podemos nos esquecer da cor amarelada que fica presa aos dedos do fumante e também em seus dentes, boca e pele como um todo. Um vício que pode comprometer não só sua saúde, com também a sua aparência e causar problemas psicológicos como baixa autoestima, ansiedade e muito mais.

Combatendo os perigos do cigarro
Cigarro: o inimigo da saúde e da beleza!

O consumo do cigarro ainda é um assunto muito sério na saúde mundial e precisa ser realmente combatido, com o risco de aniquilar uma parte considerável da população mundial e causar outros problemas a saúde pública.

Por isso, todos juntos devem trabalhar para combater o tabagismo e encontrar formas de auxiliar fumantes a saírem dessa armadilha. Entretanto, o próprio usuário precisa encontrar forças e buscar por ajuda, para que a iniciativa dê certo.

Você quer parar de fumar e reduzir as chances de encontrar esses perigos do cigarro? Procure uma unidade de saúde próxima de sua casa e se informe. O SUS (Sistema Único de Saúde) oferece programas especiais contra o tabagismo com acompanhamento médico, farmacêutico e psicológico dos candidatos.

Não deixe que o cigarro tome parte de sua vida e o impeça de ser feliz. Tome uma atitude agora mesmo e mantenha sua saúde em dia.

Você fuma ou conhece algum fumante? Compartilhe as suas experiências abaixo e troque informações com outros leitores. Aproveite!

#useorganico

Comentários

Não tóxico

Não testado
em animais

Livre de
parabenos

Vegano

Gluten-Free