Beleza Saúde   |   11/03/2019   |   3.14 Mil visualizações

A caspa é um problema que afeta milhares de homens e mulheres em todo o mundo, de diferentes idades, etnias e classes sociais. Em algumas situações é o estopim de preconceitos por parte de alguns indivíduos desinformados, que acham que a causa da caspa é a falta de higiene.

No entanto, como veremos a seguir, a caspa pode ter inúmeras causas e motivos para ocorrer. O fato é que podemos minimizar os sintomas e melhorar o aspecto do couro cabeludo de maneira simples e natural.

É exatamente sobre isso que falaremos neste post. Veja os principais óleos essenciais usados para tratar, combater e prevenir a caspa. Confira!

Quais são as causas e sintomas da caspa?

A caspa tem sintomas característicos e muito fáceis de identificar. Entre eles: descamação do couro cabeludo, pó branco sobre as roupas e entre os fios de cabelo, couro cabeludo avermelhado ou irritado e coceira frequente.

O que torna difícil combater a caspa, no entanto, é porque ela pode ter diferentes causas e motivos para aparecer. Sendo assim, é essencial primeiro compreender a raiz do problema, ou seja, o que causa a escamação e o desconforto da caspa.

Só depois disso, é que você deve realmente buscar por um tratamento. Veja as principais causas da caspa, a seguir:

Pele seca: pessoas com a pele seca tendem a sofrer com a caspa e a escamação do couro cabeludo. A ausência de umidade natural entre os fios causa o ressecamento do couro cabeludo, provocando a escamação dessa região.

Dermatite seborreica: é uma situação contrária a causa anterior, ou seja, na dermatite seborreica há oleosidade demais no couro cabeludo. Esta oleosidade extrema acaba contribuindo com o aparecimento da caspa e seus sintomas.

Lavagens: a ausência de lavagens do cabelo, ou higienização precária, também podem causar a caspa. No entanto, é preciso considerar que nem sempre essa é a principal causa da caspa e sim um agravante para o quadro. Lavar o cabelo com frequência ajuda a amenizar os sintomas da caspa.

Dermatite de contato: trata-se de uma alergia do couro cabeludo a um produto utilizado nos fios, como shampoos, condicionadores, pomadas modeladoras, etc. Nesse caso os sintomas ficam mais evidentes ao utilizar o produto responsável pela alergia, basta suspender o seu uso para minimizar o problema.

Fungos: um fungo chamado Malassezia também pode causar a descamação da pele do couro cabeludo. A caspa causada por fungo deve ser combatida com substâncias antifúngicas e antibacterianas, como óleos essenciais e tratamentos capilares específicos.

Óleos essenciais para tratar a caspa naturalmente

8 óleos essenciais indispensáveis para tratar a caspa!

Descoberta a causa, o próximo passo é buscar tratamento para amenizar o problema. Infelizmente, a caspa não tem cura. Contudo, ao se submeter a um tratamento eficaz, você pode controlar os sinais do problema e minimizá-los.

Antes de listar as opções de tratamento para a caspa, vale salientar a importância de optar por substâncias naturais ou orgânicas para esse fim. Evite utilizar shampoos e outros produtos com parabenos e outras químicas pesadas. Esses itens acabam agravando a caspa e são perigosos para sua saúde.

Dito isto, veja a seguir os melhores óleos essenciais para tratar ou combater a caspa. Confira!

1. Alecrim

O óleo essencial de alecrim é um dos mais conhecidos para tratar a caspa. Por ter propriedades antifúngicas e antibacterianas, ajuda a controlar a escamação do couro cabeludo e regula a oleosidade dessa região.

Você pode usá-lo pingando algumas gotas em seu shampoo natural, com um óleo carreador ou outro diluidor de sua preferência. Em seguida, basta massagear o couro cabeludo com a mistura antes de dormir, deixar agir por toda a noite e lavar ao amanhecer.

2. Camomila

O óleo essencial de camomila é muito famoso para promover o relaxamento e o controle do estresse. Porém, graças as suas propriedades anti-inflamatórias, também é muito útil para tratar a caspa e reduzir a coceira causada por esse problema.

A camomila romana, por sinal, é uma das opções mais indicadas para o tratamento da caspa. O seu uso pode ser feito tal como o do alecrim, com óleo carreador, em shampoo ou outro diluidor.

3. Capim-limão

O óleo essencial de capim-limão é um poderoso tratamento para diferentes infecções e problemas causados por fungos. Entre eles a caspa que, como já vimos, também pode ser causada por algumas espécies de micro organismos.

Como contém aldeídos, o capim-limão pode causar ardência ao ser aplicado na pele ou em regiões mais sensíveis. Por isso, recomenda-se fazer um teste em uma pequena região do corpo para evitar complicações.

4. Eucalipto

Mais uma opção incrível de óleo essencial de Eucalipto para tratar a caspa, o eucalipto também é um potente anti-inflamatório, antifúngico e antibacteriano. Para evitar irritações ou alergias extremas, o óleo de eucalipto deve ser diluído antes de aplicar no couro cabeludo.

5. Hortelã-pimenta

A queda de cabelo é uma das complicações causadas pela caspa, que poucas pessoas conhecem. O óleo de hortelã-pimenta é um grande aliado nesse sentido, já que controla a caspa e estimula o crescimento dos fios ao mesmo tempo.

6. Lavanda

O óleo de lavanda é muito comum em tratamentos diversos, como a aromaterapia. Sua lista de benefícios para a saúde é realmente muito grande. Falando sobre tratar a caspa é claro que ele não poderia faltar nessa lista.

O óleo de lavanda é suave e pode ser usado diretamente no couro cabeludo para controlar a caspa, ou diluído para ficar ainda mais brando.

7. Limão

O óleo essencial de limão é um tratamento natural para a caspa amplamente conhecido. Não há dúvidas de sua eficácia quanto a isso.

Mas o seu uso exige cuidados e muita atenção. As substâncias cítricas quando aplicadas sobre a pele causam a chamada fotossensibilidade que, como o nome sugere, é uma sensibilidade extrema a luz solar. Ao utilizá-lo certifique de enxaguar bem o couro cabeludo e evite exposição imediata aos raios solares.

8. Tea Tree

O óleo essencial de Tea Tree é um poderoso anti-inflamatório e exterminador de fungos, tornando-o um aliado e tanto no controle da caspa.

A única ressalva é diluí-lo bem antes do uso, já que se trata de um produto altamente concentrado e que pode causar complicações se usado incorretamente. Você também pode misturá-lo com os outros óleos dessa lista para obter mais benefícios.

Gostou dessas dicas para tratar a caspa com óleos essenciais? Aproveite e conheça esses produtos na Loja Use Orgânico agora mesmo e elimine esse problema de vez!

#useorganico

Comentários

Bitnami