Aromaterapia Bem Estar   |   12/04/2022   |   22 visualizações

Hoje é dia do obstetra, o profissional que acompanha a mulher durante a gestação, parto e pós-parto.

Para comemorar esta data, vamos conversar um pouco sobre como os óleos essenciais podem ser aliados nesse período tão especial na vida de qualquer família.

A gravidez é um momento de muitas mudanças no corpo da mulher, afinal há um pequeno ser humano sendo gerado. Além da imensa alegria, oscilações de humor, cansaço e outros desconfortos também podem surgir.

Os três primeiros meses são essenciais nessa jornada, e a minha indicação é que você não faça o uso de nenhum óleo essencial neste período. Já há muita informação nova para o corpo processar. Não é preciso mais nada. Caso os enjoos sejam muito fortes e recorrente, tome chá de hortelã, ou mesmo inale o chá. 

Passado os três primeiros meses, é possível utilizar alguns óleos essenciais durante o restante da gestação, tanto para sintomas físicos quanto para emocionais.. É importante frisar que o uso deve ser pontual, não ultrapassando 5 dias com o mesmo óleo. E a melhor forma de utilização são os difusores de ambientes, pois assim você tem contato com o aroma durante um tempo pré-determinado.

Aromaterapia na gravidez

Alguns óleos essenciais que podem ser utilizados durante a gravidez (após os terceiro mês):

Lavanda: relaxante, traz boas memórias. Muito utilizado no trabalho de parto, pois traz aconchego.

Gerânio: ajuda no equilíbrio hormonal, traz sensação de coragem, dissipa os medos.

Limão ou gengibre: ótimos para sistema digestório. Para problemas estomacais, como enjoos e azia.

Laranja doce: ótima opção tanto para a gravidez quanto para o trabalho de parto.Ajuda a aliviar o cansaço.

Ylang Ylang: ótimo para auto-estima, além de ser relaxante

Sálvia Sclarea: Excelente para o período expulsivo do trabalho de parto

Embora esses óleos essenciais possam ser utilizados, é muito importante pesquisar as contra-indicações específicas de cada um deles, pois você pode ter algum fator de impede seu uso. Outra dica importante: caso você queira utilizar os óleos essenciais para situações específicas da sua gravidez ou por um tempo mais prolongado, procure uma aromaterapeuta! Essa profissional poderá dar todo o suporte necessário para um uso seguro.

E quais são os óleos essenciais que devem ser evitados durante a gravidez?

Alecrim

Anis-estrelado

Cedro-Atlas

Cajepute

Cravo

Canela

Lembre-se: antes de utilizar qualquer óleo essencial pesquisa bastante sobre seus efeitos e de preferência, consulte uma aromaterapeuta.

Agora que você já sabe como a aromaterapia pode ajudar na gestação, é possível fazer escolhas mais acertadas e seguras! 🙂 

Na Use Orgânico você encontra a maior variedade de óleos essenciais e produtos para aromaterapia do Brasil. Vem conferir.

Comentários

Não tóxico

Não testado
em animais

Livre de
parabenos

Vegano

Gluten-Free