Aromaterapia   |   27/06/2023   |   59 visualizações

Não é novidade que somos apaixonados por aromaterapia, não é mesmo? Quem acompanha a Use Orgânico sabe que temos a maior e melhor curadoria de óleos essenciais e produtos para aromaterapia do Brasil. Mas diante dessa diversidade, como escolher o melhor óleo essencial? Como saber qual óleo essencial utilizar diante de determinada situação? 

Para te ajudar, compilamos um passo a passo para ensinar como escolher o melhor essencial.

Como escolher o melhor óleo essencial?
  1. Tenha em mente qual o seu principal objetivo

Não adianta querer cuidar de todas as questões do corpo com o uso de um único óleo essencial ou sinergia (mistura de óleos essenciais e óleo vegetal). Cada óleo essencial tem suas próprias características e propriedades terapêuticas. Não podemos nos esquecer que ao utilizar a aromaterapia, estamos tendo contato com a porção mais concentrada dos princípios ativos das plantas e com toda a energia presente neste ser vivo. É um relacionamento entre você e um ser do reino vegetal. Assim, o primeiro passo é ter clareza da questão a ser tratada: dor de cabeça? falta de ânimo? stress? ansiedade? queda de cabelo? problemas respiratórios? outra questão?

  1. Vá um pouco mais fundo

Depois de ter clareza sobre sua principal queixa, é muito importante analisar a situação com um pouco mais de profundidade. Por exemplo: gostaria de escolher um óleo essencial para tratar da ansiedade. É importante me perguntar se essa ansiedade é mais geral ou alguma situação mais específica a acarreta; a quanto tempo me sinto assim; quais são os sintomas físicos que essa situação traz; já passei por outros momentos assim na vida? Quando? Há algum outro fator que pode estar desencadeando a ansiedade?

O importante é tentar se cercar do máximo de informações possíveis, tanto com relação ao corpo físico quanto com relação ao estado emocional e subjetivo

  1. Pesquise sobre os óleos essenciais para determinada situação

Após saber qual o seu objetivo e ter mais informações sobre a situação como um todo, chegou a hora de pesquisar os óleos essenciais disponíveis para isso. Uma boa dica é utilizar o site da Use Orgânico como um local de buscas e pesquisa. Lá você encontra informações sobre a ação de diversos óleos essenciais e pode escolher, com segurança, a partir da sua situação

  1. Compre de marcas consolidadas no mercado

É muito importante comprar de marcas conceituadas no universo da aromaterapia. Na Use Orgânico você encontra a maior e melhor curadoria de marcas de óleos essenciais do Brasil. Pode escolher a sua preferida porque nosso time de curadoria já fez todo o trabalho de pesquisa por você!

  1. Faça as diluições de maneira correta!

Nunca devemos utilizar os óleos essenciais puros! Eles são substâncias altamente concentradas e devem ser diluídos em veículos carreadores antes do uso. Aprenda a fazer a diluição de maneira correta aqui.

  1. Óleos essenciais não substituem medicamentos

A aromaterapia é uma terapia integrativa que nos ajuda a manter a saúde física e mental, porém o uso de óleos essenciais não substituem o acompanhamento de profissionais da saúde! Mantenha suas consultas ao médico em dia, sempre!

  1. Para melhorar sua experiência com óleos essenciais, consulte uma aromaterapeuta

Quando a gente começa a ter contato com a aromaterapia, dá aquela vontade de comprar vários óleos essenciais, testar diversas possibilidades de aplicação e é muito legal aprender mais para fazer um uso básico em casa. Mas não podemos esquecer que cada gotinha contém centenas de moléculas químicas, que reagem como o nosso organismo.

Para casos mais específicos ou uso prolongado, é importante consultar um aromaterapeuta. Ter contato com os óleos essenciais através da sua mediação é uma experiência muito mais complexa, uma vez que esse profissional conhece as características, contra indicações e as interações dos óleos essenciais no nosso organismo. Essa profissional também pode dar suporte para eventuais dúvidas e em alguns casos, pode aliar a aromaterapia com outras terapias integrativas e complementares.

Além disso, a aromaterapeuta também fica  atenta à janela terapêutica, ou seja, o período de “descanso” que nosso organismo precisa entre o uso de compostos químicos (como os óleos essenciais). 

Comentários

Não tóxico

Não testado
em animais

Livre de
parabenos

Vegano

Gluten-Free